Rádio Web Acanguaçu

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

POLÍCIA CIVIL DE ENCRUZILHADA DO SUL PRENDE NOVE INTEGRANTES DA FACÇÃO “OS MANOS”



Após dois meses de investigação, a Polícia Civil de Encruzilhada do Sul prendeu nove membros da facção “Os Manos”. As prisões vêm acontecendo desde o início do mês de outubro. As acusações variam entre tráfico, porte ilegal de arma e homicídio.

As primeiras prisões ocorreram dia 11 de outubro, quando dois homens foram abordados em uma motocicleta na Rua São Cristóvão. O carona M.M.L., 30 anos, portava 39 porções de craque e 15 porções de cocaína. O motorista D. de F. R. N., 20 anos, já estava sendo investigado por participação em um duplo homicídio ocorrido na Vila da Fonte em 23 de setembro.

Hoje, foram cumpridos sete mandados de prisão e três de busca. Dentre eles o de T.T.M.M., 28 anos, que já se encontra no sistema prisional. Ele é interno da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas. O homem é suspeito de ser um dos líderes da facção no estado e de ser o mandante do duplo homicídio ocorrido na Vila da Fonte.

Em cumprimento de um mandado de busca no Loteamento dos Castros M.O.L., 18 anos, foi preso em posse de uma pistola 9 mm com numeração raspada, dois carregadores contendo 22 cartuchos de 9 mm, 25 cartuchos de calibre 38, 97 porções de maconha, 20 de cocaína, 43 pedras de craque e uma moto roubada. Contra ele havia um mandado de prisão em suspeita de ser autor do duplo homicídio de 23 de setembro. Ele confessou o crime e a arma utilizada já havia sido apreendida em outra ocorrência. Na mesma casa, I.L.H., 18 anos, também foi preso por tráfico e receptação do veículo roubado. Em outra residência na Vila da Fonte foi preso J.R.M., 18 anos e apreendidas cinco porções de cocaína, 8 de craque e 53 maconha.

Além deles mais duas mulheres identificadas também somente pelas iniciais, K.C.D., 32 anos e K.P.S., 27 anos, ambas acusadas pelo crime de tráfico de entorpecentes. E um homem, J.C.P.R., 18 anos acusado pelo mesmo motivo. Ele e J.R.M. já haviam sido presos por porte ilegal de arma no último final de semana, em uma operação do Pelotão de Operações Especiais. A Polícia Civil contou com o apoio da Brigada Militar durante toda a ação.

📷Polícia Civil