Rádio Web Acanguaçu

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

DPCA investiga estupro de vulnerável praticado em escola municipal de Pelotas

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) investiga estupro de vulnerável praticado no interior de uma escola municipal de Pelotas. 

No registro de ocorrência feito pela avó do menino de dez anos, a mulher conta que percebeu lesões no ânus do neto. Ao ir até o colégio, um estudante admitiu que teria levado o garoto até o banheiro da escola e lá abusado do menor. Por medo, na frente do estudante e da avó, o menino disse que o suspeito havia apenas passado a mão em seu corpo.

Na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), no entanto, o garoto de dez anos contou que foi levado ao banheiro pelo estudante, teve a boca tapada para não gritar e abusado sexualmente com penetração. 

Conforme a avó da vítima, o menino está sob sua responsabilidade e possui problemas mentais. 

Procurada pela reportagem do Diário Popular, a escola disse que deve aguardar as investigações da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Fonte: Diário Popular